HOME USA 
EUA Aprovado acordo para evitar calote
  Redação,    Quinta, 17 de Outubro de 2013 - 03:22


Os Estados Unidos correram contra o tempo para escapar de um calote histórico e que iria afetar toda a economia mundial. Quando restavam apenas duas horas para terminar o prazo legal, a Câmara dos Deputados aprovou, na noite de ontem acordo que permitirá a reabertura dos serviços públicos federais e a elevação do teto da dívida do país.

Isso garante que o país tenha recursos para pagar as contas. O prazo para que a aprovação desse aumento do teto da dívida terminaria à 0h (1h de Brasília) de ontem. A votação terminou às 23hs, também no horário de Brasília. Poucas horas antes, o texto já havia sido aprovado pelo Senado em um acordo fechado entre o líder da maioria, o democrata Harry Reid, e o líder da minoria republicana, Mitch McConnell.

O acordo, no entanto, oferece apenas uma solução temporária. A proposta autoriza o Tesouro a continuar se endividando até 7 de fevereiro. Também prevê a “reabertura” do governo americano até 15 de janeiro. A paralisação de repartições públicas e dos servidores devido ao impasse sobre o Orçamento já dura 16 dias. Um comitê será montado para discutir soluções permanentes para os dois problemas e terá até o início de dezembro para chegar a um acordo de longo prazo.

O consenso no Senado deixa mais próxima uma solução ao impasse entre republicanos e democratas que poderia levar o país a decretar o calote da dívida, um cenário com potencial de minar economias ao redor do globo.

Representantes do partido republicano deram indicações de que estão dispostos a aprovar a proposta apresentada pelas lideranças no Senado. A votação na Câmara era considerada um dos maiores desafios para o fim do impasse.

A sanção seria assinada na madrugada de hoje, segundo garantiu o presidente Barack Obama. Ele disse que falará mais sobre o assunto hoje.

Obama apontou, no entanto, que espera que da próxima vez udo seja mais tranquilo.”Temos que sair do hábito de governar por crises”, disse.Já o presidente da Câmara, John Boehner, um dos principais opositores ao governo Obama, admitiu derrota: “nós brigamos uma briga boa, nós só não vencemos”, afirmou. (com agências)




> TAGS: euaaprovadoacordo para evitar calote









postado por Blog do Paim @ 23:16


 Fonte:GOOGLE NEWS

 Continue lendo matérias relacionadas a esta, clique aqui

   Publicidade:

 As Mais lidas
Quais os alimentos que contém carnosina? (Alexandrie Lasserre)
Corpo de Itamar Franco é cremado em Minas Gerais
Comida certa aumenta a capacidade de raciocínio, aprendizado e memória
Casos de dengue dobram em janeiro e Rio entra em alerta
A Guavira - Tradição do Cerrado Sul-Mato-Grossense

 Notícias Golspel
Isso Que é Viver - Renan Freixes (Hillsong Y&F - This Is Living) Cover
Natal ou Dia de Natal (Wikepédia)
‘Rolava tudo’, diz Thalles sobre vida antes de sucesso na música gospel
Festival Promessas celebra música evangélica no Rio de Janeiro

 Mundo Jovem
'Não mudamos o visual', diz Pe Lu sobre fase menos colorida do Restart
Em clima de histeria, Justin Bieber faz primeiro show no Brasil

Todos direitos reservados a EdsonPaim.com.br ®2010 | Desenvolvido por Dathus.c.rocha