Pagina Inicial Noticias Mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira em SP é vendida em leilão por R$ 9 milhões

Mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira em SP é vendida em leilão por R$ 9 milhões

4 min de leitura
0
9

A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira foi arrematada em leilão por R$ 9 milhões na terça-feira (22). O valor é bem abaixo do pedido inicial do leilão, de R$ 78 milhões. Esta foi o terceiro leilão da mansão. No primeiro, não apareceu interessados. No segundo, o comprador não efetivou o pagamento. Cid Ferreira era dono do Banco Santos, que foi à falência em 2005.

Edemar Cid Ferreira foi despejado da mansão em 2011 e o imóvel entrou como massa falida do Banco Santos S/A. O comprador deverá dar uma entrada mínima de 40% do total ofertado, em até 72 horas da finalização do leilão, e o restante em até 6 parcelas iguais, mensais e consecutivas, devidamente corrigidas monetariamente pelo índice do Tribunal de Justiça de São Paulo.

A mansão com 7.888 m² de área construída fica no Morumbi, na Zona Sul de São Paulo. Tem janelões blindados, pé direito de nove metros de altura e uma vista de tirar o fôlego. Do alto dá para ver até a pista do Jockey Club de São Paulo. A casa tem adega para mais de cinco mil garrafas de vinho, biblioteca, 34 banheiros, alguns com vidro que embaça para garantir privacidade, piscinas interna e externa. A mansão ficou pronta em 2004.

Para conhecer cada canto da mansão leva duas horas de caminhada. E um dos lugares mais impressionantes é a imensa sala de jantar, que tem um painel de couro com folhas de ouro que foram queimadas com maçarico para dar esse acabamento. A mesa de jantar tem dez metros de comprimento, 24 lugares, é feita de mogno, veio direto da Inglaterra e custa R$ 115 mil.

 Edemar Cid Ferreira, dono do banco de Santos, em foto de 2004 — Foto: Evelson de Freitas/Estadão Conteúdo/Arquivo

Edemar Cid Ferreira, dono do banco de Santos, em foto de 2004 — Foto: Evelson de Freitas/Estadão Conteúdo/Arquivo

Painel ao piso na cobertura/heliporto tem pastilhas de vidro italianas, com desenho de Roberto Burle Marx, em 12 cores, inclusive à ouro 18 quilates.

Manter essa estrutura toda custa R$ 500 mil por mês.

Na casa, também estão obras de arte, como uma escultura da China, avaliada em R$ 80 mil, e trabalhos como o do artista minimalista americano, Sol Lewitt. O imóvel, projetado pelo arquiteto Ruy Ohtake, está vazio desde 2011 e pertencia ao ex-dono do Banco Santos, Edemar Ferreira Cid.

Em 2005, o Banco Central decretou a falência do Banco Santos, que tinha um rombo de quase R$ 3 bilhões. Edemar e o filho Rodrigo foram presos em 2006, condenados por crimes financeiros. Só que meses depois, os dois foram soltos por decisão do STF.–:–/–:–

Mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira vai à leilão pela segunda vez

Mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira vai à leilão pela segunda vez

Carregar mais Noticias
Carregar mais por Redação
  • Prédio desaba em Fortaleza e faz uma vítima fatal.

    Ao todo, são 20 vítimas. Duas delas estão sob os escombros e conversam diretamente com os …
Carregar mais em Noticias
Os comentários estão Desativados

Check Also

Prédio desaba em Fortaleza e faz uma vítima fatal.

Ao todo, são 20 vítimas. Duas delas estão sob os escombros e conversam diretamente com os …